Cuiabá, 16 de Setembro de 2014
  • Camila Cecílio

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Camila Cecílio

  • Camila Cervantes

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Camila Cervantes

  • Francis Amorim

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Francis Amorim

  • Gabriela Araújo

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Gabriela Araújo

  • Gabriele Schimanoski

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Gabriele Schimanoski

  • Glaucia Colognesi

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Glaucia Colognesi

  • Jacques Gosch

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Jacques Gosch

  • Larissa Malheiros

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Larissa Malheiros

  • Patrícia Sanches

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Patrícia Sanches

  • Talita Ormond

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Talita Ormond

  • Tarso Nunes

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Tarso Nunes

  • Valérya Próspero

    Com os jornalistas do
    Grupo RDNews

    Valérya Próspero

LEGISLATIVO | 21/12/2006, 04h:49 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Pátio lembra de laços familiares com Barbour

            José Carlos Junqueira de Araújo, o Zé do Pátio, reeleito para segundo mandato, lembrou, da tribuna da Assembléia, o grau de parentesco com o colega Renê Barbour (PPS), que deixa a Assembléia após 5 mandatos. Declarou que ambos são primos. Pátio, ex-vereador e ex-secretário de Obras da Prefeitura de Rondonópolis, lembrou, porém, que é de família pobre. Barbour, do ponto de vista econômico, é rico. Integra a lista dos maiores pecuaristas de MT.

Postar um novo comentário

| 15/09/2014, 19h:00 - Atualizado: 15/09/2014, 19h:11

Ao vivo, presidente do Sintep-MT, Henrique Lopes, responde perguntas dos internautas


Arquivo/RDNews

henrique - sintep

Henrique Lopes do Nascimento, que é o presidente do Sintep-MT, ao vivo no RDTV desta 3ª - participe

O RDTV desta terça (16) conta com a participação ao vivo do presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso, Henrique Lopes do Nascimento, para repercutir os números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que apontaram o Estado abaixo da meta projetada para 2013 em alguns casos, e os investimentos feitos pelo Governo do Estado no setor.

Para colaborar com esse bate-papo, que começa às 8h30, basta acessar o endereço www.tv.rdnews.com.br ou clicar no botão RDTV no topo do portal RDNews. Simultaneamente, o programa é transmitido para a Baixada Cuiabana por meio da TV Mato Grosso (canal 27).

Além disso, o programa traz os detalhes do treinamento realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) com os técnicos responsáveis pela transmissão via satélite dos dados das urnas eletrônicas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia das eleições-2014.

Postar um novo comentário

| 15/09/2014, 18h:29 - Atualizado: 15/09/2014, 18h:35

TSE já defere candidatura de Zé do Pátio


Reprodução

ze_patio_justica_500.jpg

 Zé Carlos do Pátio, ex-prefeito de Rondonópolis, disputa vaga na Assembleia 

A candidatura a deputado estadual do ex-prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (Solidariedade) acaba de ser deferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A decisão positiva, publicada nesta quarta (15), foi concedida monocraticamente pelo ministro Gilmar Mendes.

Segundo o magistrado, o candidato preenche todas as condições para ser eleito e exercer o cargo ao qual pleiteia, além de não incidir em nenhuma causa de inelegibilidade. “O registro de sua candidatura não merece nenhum adjetivo, a não ser ‘deferido’”, disse, em trecho da decisão.

 No despacho, o ministro cita ainda trecho do voto lembrando que esse cenário pode mudar e, que caso seja eleito, Zé do Pátio poderá ser cassado. "Por outro lado, isso não significa que o seu registro de candidatura ficará imune a mudanças. Caso a liminar que ele obteve venha a ser revogada, qualquer legitimado poderá, no veículo processual adequado pedir a desconstituição do registro ou, se for eleito, a cassação do diploma".

Essa decisão do TSE é referente ao requerimento de impugnação do Ministério Público Eleitoral (MPE), que se baseou na condenação, feita em 2012, por arrecadação e gasto ilícito de recursos de campanha nas eleições de 2008.

Postar um novo comentário

| 15/09/2014, 17h:36 - Atualizado: 15/09/2014, 17h:38

Taques e a nova linha do "contra-ataque"


Fernando Ordakowski

charge_taques_ludio_ataques.jpg

Candidato ao Governo  Pedro Taques reage a ataques de adversários, como Lúdio e agora Janete Riva

Os dois principais candidatos ao governo estadual entram na reta final da campanha disparando ataques mútuos. O debate realizado pela Rádio Mix Cuiabá FM, nesta segunda (15), foi uma prova dos embates acirrados entre Pedro Taques (PDT), líder nas pesquisas, e de Lúdio Cabral (PT), segundo colocado. E pela primeira vez Taques reagiu a todos os ataques. Se manifestou de forma tão dura, que nem parecia aquele candidato light no primeiro debate entre os concorrentes ao Governo, realizado pela TV Record Canal 10. Atrasada e correndo por fora, Janete Riva (PSD), também quer entrar nesta dança, mas dificilmente sairá do terceiro lugar, assim como foi com o marido José Riva enquanto disputava o pleito.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joao da silva | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 20h03
    3
    0

    voce que pensa que nao vai sair do terceiro lugar espera para ver

FRAUDE | 15/09/2014, 16h:56 - Atualizado: 15/09/2014, 18h:36

Operação Alexandria prende 22 pessoas por fraudes na Cultura - confira a listagem


Davi Valle/Rdnews

coletiva_pcj_cultura_2.jpg

Durante coletiva para esclarecimentos sobre Operação Alexandria os secretários das pastas Beto Machado (Cuiabá), delegado Gianmarco Paccola, Fabiano Prates (Estado) e delegado Roger Jarbas

 Polícia Civil confirmou o cumprimento de 22 dos 25 mandados de prisões temporária, decretados para a Operação "Alexandria", deflagrada nesta segunda (15), pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração (Defaz). Os agentes cumpriram ordens nas cidades de Cuiabá, Rondonópolis, Primavera do Leste, Nova Monte Verde, São José dos Quatro Marcos, Mirassol D Oeste e Paranatinga.

A operação também cumpriu sete buscas e apreensão e duas pessoas foram conduzidas coercitivamente para interrogatório. Todos os envolvidos identificados na investigação vão responder por crimes de bando ou quadrilha, peculato desvio, ameaça, crimes contra a fé pública e lavagem de dinheiro.

     O inquérito policial foi instaurado em abril deste ano, com denúncia da então secretaria estadual de Cultura Janete Riva (PSD), para apuram fraudes e desvios de recursos públicos obtidos por meio do Programa de Apoio à Cultura (Proac), da Secretaria de Cultura do Estado, apresentados nos anos 2012, 2013 e 2014.Um dos principais articuladores do esquema é conselheiro, Alceu Marcial Cazarin, e sua mulher Elaine Cristina da Silva Naves, que segundo as investigações geriram projetos no valor de R$ 1 milhão, entre os três anos.

    "As fraudes deram início através da participação de um dos conselheiros, que estava captando pessoas e montando projetos culturais, utilizando de proponentes, de produtores culturais frios, pessoas que não eram produtoras culturais. A partir daí se montava toda uma documentação para aprovar projetos de música, de audiovisual, de dança, de vários gêneros", explicou o delegado Gianmarco Paccola Capoani, durante coletiva na tarde de hoje, na sede da Diretoria Geral da Polícia Civil. Participaram também da entrevista o delegado Rogers Elizandro Jarbas e os secretários de Cultura Fabiano Prates, do Estado, e Alberto Machado, de Cuiabá

      Segundo o delegado, foram analisados 541 projetos culturais, sendo 337 da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, com movimentação total de R$ 15 milhões de recursos do Proac, dos quais a Polícia Civil identificou irregularidades em 49 projetos. Já na Secretaria de Cultura do município foram analisados 204 projetos com aproximadamente R$ 3,5 milhões em recursos públicos envolvidos. Destes 204, oito apresentaram irregularidades

    "A partir da liberação desses recursos se transferia ou sacava esse dinheiro, em espécie no banco, e esse dinheiro era repassado em pouca quantidade ao proponente, 'laranja', e retornando ao conselheiro principal da quadrilha já identificado no inquérito", completou o delegado.

    O delegado também informou que após a deflagração da operação, a Polícia Civil chegou a participação de um segundo conselheiro, que teria também lucrado com as fraudes em projetos culturais. "Tem um outro nome de um segundo conselheiro, que temos convicção de envolvimento nas fraudes", disse o delegado.
O delegado informou que há fortes indícios da existência de uma quadrilha que tem com "modus operandi" a captação de pessoas “laranjas” e subsequente “montagem” de projetos culturais “frios”, seguindo-se de seus respectivos pagamentos pelos cofres públicos a estas “laranjas”, que por sua vez repassam quase a totalidade dos valores aos líderes do bando, os quais contam ainda com o apoio de familiares para lavar o dinheiro.

    "Algumas pessoas têm envolvimento um pouco maior e algumas na abertura da conta e na movimentação financeira. Não são artistas, alguns tem ligações com a cultura, mas não são considerados produtores culturais. São pessoas de classe média, algumas mais simples, alguns mal saber ler, outras mais esclarecidas. Não tem um padrão", finalizou o delegado.

   Nome

A operação leva o nome da cidade egípcia Alexandria, uma das cidades mais importante do mundo, fundada por Alexandre, o Grande. A cidade é considerada o celeiro da cultura e onde está a maior biblioteca do mundo, a Biblioteca de Alexandria. (Com Assessoria)

Eis, abaixo, a lista dos presos: 

  • 1 - Alceu Marcial Cazarin
  •  2 - Elaine Cristina da Silva Naves  
  • 3 - Elben Arruda de Camargo
  • 4 - Edvan Conceição
  • 5 - Elizete Maria dos Santos
  • 6 - Mario Luis dos Santos Ferreira
  • 7 - Emanuelle Renner Silveira
  • 8 - Leonardo Renner Silveira
  • 9 - Charles Francisco Costa
  • 10 - William Dias Cardoso Silva
  • 11 - Douglas Sebastião de Almeida
  • 12 - Maykel Henrique Cazarim
  • 13 - Marcos Aurelio do Prado
  • 14 - Hellen Cristina Evangelista da Conceição
  • 15 - Sebastião Rodrigues de Arruda
  • 16 - Leidiane Eloiza Firmino
  • 17 - Laura de Figueiredo Scharrff
  • 18 - Luiz Carlos Pinto Alves
  • 19 - Eliel Alves de Sousa
  • 20 - Marilene Pereira Dias
  •  21-  Ana Paula da Silva Alves
  • 22-  Iolanda da Silva

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Dornele$ | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 20h55
    2
    1

    Também deveriam fazer uma voltinha na SEEL. A coisa lá é bem mais cabeluda. O grande lance é otitentinha. Por que será?! Rrssrsrr!

  • anderson | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 18h40
    2
    1

    parabens a secretaria de estado de cultura.mais tem muito mais gente para dar esclarecimento.literalmente a casa caiu,tem q fazer um limpa nesse conselho de cultura uma vergonha.isso por que taques nem entro ainda no governo..

| 15/09/2014, 11h:20 - Atualizado: 15/09/2014, 16h:57

TRE homologa desistência de Riva; Janete registra candidatura e deve ser avaliada 3ª


Davi Valle/Rdnew

janete_governo_3.jpg

José Riva teve desistência do pleito homologada e Janete protocola candidatura

A coligação Viva Mato Grosso protocolou hoje (15) o registro de candidatura de Janete Riva (PSD) para concorrer ao Governo. Do TRE, o pedido segue ao Ministério Público Eleitoral para que emita parecer e, em seguida, volta à Justiça Eleitoral para apreciação monocrática de um juiz-membro. As informações são do advogado da chapa, José Rosa, que adianta que se houver impugnação, o grupo irá recorrer. Segundo o TRE, como o tribunal tem pressa na definição dos nomes de  candidatos devido ao abasticimento de informação das urnas eletrônicas, a tendência é que até amanhã o juiz responsável pelo processo já deva emitir um parecer.

O documento foi registrado após o Pleno do TRE homologar, hoje cedo, o pedido de desistência da candidatura de José Riva (PSD), que optou por deixar a disputa depois de ser impugnado pelo TSE. Ao invés de recorrer mais uma vez, o cacique do PSD decidiu lançar sua esposa ao Palácio Paiaguás para grupo se manter na briga.

De acordo com a defesa, o registro de Janete havia sido inserido no sistema Candex, do TSE, no sábado (13), para que fosse validado assim que a renúncia de Riva fosse apreciada. A legislação eleitoral determina que a substituição de candidaturas seja feita até 20 dias antes das eleições, ou seja, 15 de setembro, às 19h.

Enquanto o registro aguarda deferimento, Janete não pode participar de debates e nem confeccionar material de campanha, mas tem permissão para participar de eventos, atos políticos e pedir votos. Inclusive, o ato de lançamento de sua candidatura será realizado logo mais à noite, às 19h, no comitê central da campanha, localizado na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.

Postar um novo comentário

PESQUISA MARK | 15/09/2014, 10h:57 - Atualizado: 15/09/2014, 16h:11

Taques segue na liderança ao Governo e está com 35%; Lúdio chega a 28%, diz Mark

Pesquisa foi feita entre 10 e 14, ainda com Riva como candidato


A sexta pesquisa Mark, feita entre 10 e 14 de setembro, revela que Pedro Taques continua na liderança na corrida ao governo estadual. Ganhou mais 2 pontos percentuais na última semana e, na modalidade estimulada, detém 35,7%. O petista Lúdio Cabral continua em segundo, agora com 28,4%, ante 22%. A amostragem foi realizada quando José Riva ainda se apresentava como candidato e obteve 11,4%. Como teve o recurso negado pelo TSE, Riva saiu do páreo e lançou a esposa Janete ao Palácio Paiaguás. A próxima rodada incluirá o nome da nova candidata do PSD.

Foram ouvidos 1.165 eleitores de 75 municípios. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TRE, sob protocolo MT-00081/2014.

pesquisa_governador_10-14-set-2014

Nova amostragem da Mark com as intenções de voto estimulada e espontânea ao governo estadual

Do início de julho, após as convenções, até hoje, o melhor percentual de Taques pela Mark veio agora, com 35,7%, assim como de Lúdio, na casa dos 28%. Nesta amostragem, o candidato do Psol José Roberto aparece com 1% e o jornalista José Marcondes, o Muvuca (PHS), com somente 0,7%.

Na espontânea, Taques lidera com 20,9%. Lúdio tem 17%. Nesse caso, o universo de indecisos chega a 52,6%. Quanto à rejeição, Riva estava em primeiro, com 26,9%, seguido de Muvuca (9%). Em simulação de segundo turno, Taques ganharia hoje de Lúdio por uma placar de 39,4% a 33,5%.

pesquisa_governador_10-14-set-2014_municipios

Pesquisadores do instituto Mark ouviram 1.165 eleitores de 75 municípios entre 10 e 14 deste mês

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Rebeca Cantarini | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 20h11
    8
    5

    E a pesquisa, mostra que no segundo turno, considerando a margem de erro, Lúdio vence. Além dos indecisos. Essa eleição está no papo.

  • Felipe Matos | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 19h36
    9
    4

    Agora que Lúdio esta crescendo nas pesquisas, com certeza o senhor Taques e o senhor Antero deverão começar a promover as famosas baixarias de campanha, típicas das eleições em MT. Vamos ver como o TRE vai se comportar.

  • Rebeca Cantarini | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 17h25
    25
    2

    Margem de erro de 3 pontos, Taques pode ter 32% e Lúdio 31%. E há 18% de indecisos. Ou seja, há grandes chances de Lúdio ser eleito Governador no primeiro turno. Basta atrair esses indecisos, e já ficaria com 49% dos votos. Porém, como são 4% de votos nulos e brancos, ele teria 51% dos votos válidos.

  • bortolon | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 15h59
    33
    6

    as mascara do seo pedro ta caindo agora quero vem quem ta mentindo

  • Arlindo Fonseca | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 14h49
    7
    4

    Arlindo Fonseca, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • eduardo | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 14h37
    18
    17

    ESta é a governadora que queremos.....55 neles!!!!1

  • claudinei | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 14h20
    16
    25

    A segunda rodada da pesquisa Gazeta Dados divulgada nesta sexta-feira (12) mostra que o senador Pedro Taques (PDT) subiu sete pontos percentuais na pesquisa e se as eleições fossem hoje ganharia ainda em primeiro turno. O pedetista aparece no levantamento com 39% das intenções de votos. O ex-vereador Lúdio Cabral (PT) ocupa a segunda colocação na disputa, o petista tem 20% das intenções de votos. O deputado José Riva (PSD), que teve a impugnação da candidatura mantida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), alcançou a terceira colocação e teria hoje 10% dos votos. O candidato José Roberto (PSOL) soma 1% e o jornalista José Marcondes Muvuca, candidato ao governo do Estado pelo PHS, não pontuou nesta pesquisa, ele também obteve negativa do TSE quanto o registro da sua candidatura.

  • RICARDO AUGUSTO MOREIRA DA SILVA | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 13h07
    5
    2

    RICARDO AUGUSTO MOREIRA DA SILVA, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • maia-neto@hotmail.com | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 12h10
    14
    15

    PAPAI NOEL EXISTE TAMBÉM. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Ricardo Anzil | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 12h07
    35
    14

    O povo esta acordando aos poucos, o Ludio ja demonstrou que é um homem integro, honesto e não tem medo de mostar a C/C nem a sua nem de sua esposa, cadê o Taques? Por que não faz a mesma coisa? Esta com medo do que? Até dia da votação Ludio ja vai estar com 10% a frente quem viver vera.

PESQUISA MARK | 15/09/2014, 10h:56 - Atualizado: 15/09/2014, 16h:36

Wellington se firma na liderança com 31%


O deputado federal de seis mandatos Wellington Fagundes (PR) detém hoje 31,8% das intenções de voto para o Senado, 13,4 pontos percentuais de distância do segundo colocado, o vice-prefeito de Rondonópolis, Rogério Salles (PSDB), que aparece com 18,4%. É o que revela a nova pesquisa Mark, realizada entre 10 e 14 deste mês. Está em disputa uma das três cadeiras ao Senado com vencimento do mandato de Jayme Campos.

 pesquisa_senado_10-14-set-2014

Dados da pesquisa Mark, feita entre 10 e 14 deste mês, na estimulada e espontânea para o Senado

Wellington e Salles mantiveram praticamente os mesmos percentuais da amostragem da semana passada. O terceiro colocado, pecuarista Rui Prado (PSD), está com 6,1%. Gilberto Lopes (Psol) conta com 1,2%. Na espontânea, Wellington figura com 14,8%. Salles registra 6,8%. Quanto à rejeição, quem lidera é Rui, com 12,1%.

A margem de erro é de 3% para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. Foram entrevistadas 1.165 pessoas de 75 municípios. A pesquisa está registrada no TRE, sob protocolo  MT-00081/2014.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • luisse prado marques | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 20h19
    2
    0

    eu já sabia q vai dar wellington fagundes mais o meu voto ele nao tem o meu candidato é rogério salles grata pela atençao

  • IVAN NUNES | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 16h30
    4
    2

    EU JÁ SABIA...E AINDA VAI AUMENTAR MAIS....

  • Victor | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 14h35
    10
    1

    Essa pesquisa os candidatos praticamente mantiveram os mesmos percentuais da pesquisa de semana passada e tem gente que vem falar que esta errada? tem gente que não sabe do que se trata e vem querer comentar coisas que não sabem

  • Thomas | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 14h32
    13
    1

    Pesquisa Dados , Pesquisa Mark estão de parabéns pela pesquisa , tenho certeza que está certa! Wellington só sabe cresce aqui na minha cidade e no Mato Grosso inteiro!

  • JOSE RUBENS | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 13h46
    2
    12

    Sei não...essa pesquisa tá com cheiro de pizza.

  • Dona Chica | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 13h20
    9
    2

    isso só mostra que o Wellington está preparado para o Senado o povo está contigo meu Senador!

  • Matias Defederico | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 13h16
    12
    0

    Vamos que vamos meu candidato para Senado é você Wellington Fagundes!

  • Estevão | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 12h44
    10
    1

    Vamos lá meu senador! Dalê Wellington Fagundes

  • Margarida | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 12h42
    9
    1

    isso ae meu Senador , rumo a vitória !!!

| 15/09/2014, 10h:26 - Atualizado: 15/09/2014, 11h:39

Polícia Civil identifica rombo de R$ 1,5 mi em fraude na Cultura Estadual e de Cuiabá


Assessoria

defaz policia civil secretaria cultura.jpg

Delegacia Fazendária faz buscas nas residências de investigados em Operação

A Polícia Judiciária Civil cumpre por meio da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Fazendária (Defaz) 34 ordens judiciais na manhã de hoje (15), sendo 25 mandados de prisão temporária, 7 mandados de busca e apreensão e 2 conduções coercitivas. A ação faz parte da Operação Alexandria, que investiga fraudes em projetos culturais nas secretarias de Cultura do Estado e de Cuiabá. 

De acordo com a polícia, os mandados são cumpridos nas residências dos alvos investigados na operação e não há buscas em órgãos públicos. O delegado Gianmarco Paccola Capoani, responsável pela apuração, afirma que ambas secretarias forneceram todos os projetos dos anos de 2012, 2013 e 2014. 

A averiguação começou em abril deste ano com a denúncia feita pela secretaria de Cultura do Estado, à época sob Janete Riva (PSD), e já identificou 49 irregularidades em 541 projetos analisados referentes ao período. As fraudes teriam sido cometidas através do Programa de Apoio à Cultura (PROAC), da pasta estadual. 

As pessoas investigadas vão responder por crimes de bando ou quadrilha, peculato desvio, ameaça, crime contra fé pública e lavagem de dinheiro. Às 14h30, o delegado concederá coletiva de imprensa na sede da Diretoria Geral da Polícia Civil para repassar mais informações sobre o caso. 

Às 11h34 - Desvio chega a R$ 1,5 milhão

Até o momento, a Polícia Civil identificou o desvio de mais de R$ 1,5 milhão. Entre os envolvidos está um conselheiro da Secretaria de Estado de Cultura e sua esposa, cujas nomes não foram revelados. Segundo o delegado, 337 projetos culturais são da SEC e 204 de Cuiabá. Ao todo, foram movimentados R$ 15 milhões de recursos do Proac. (Com assessoria)

Defaz investiga suposto esquema de desvio na Cultura; secretário reage 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Márcia | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 11h23
    9
    5

    Finalmente uma pesquisa que mostra a verdadeira escolha dos eletores, e que em Mato Grosso a verdade aparece , e que Lúdio é o melhor para governar e o mais sincero.

  • CHICO DA SILVA | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 10h51
    2
    1

    CHICO DA SILVA, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Eleições | 15/09/2014, 09h:47 - Atualizado: 15/09/2014, 11h:30

A 20 dias do pleito, Pardal já registra 478 denúncias sobre irregularidades eleitorais


Faltando 20 dias para o primeiro turno das eleições 2014, marcado para 5 de outubro, o Programa Pardal já recebeu 478 denúncias referentes a irregularidades eleitorais, a maior parte voltada à propaganda eleitoral. O número de ocorrências não parou de crescer. Em 26 de agosto eram 258 denúncias, um crescimento de 85%.

A previsão é que as denúncias aumentem conforme a proximidade do pleito. Banners, faixas, cartazes, outdoors e placas correspondem a 67% das delações, 12% sobre “outras”, 7% sobre o uso da máquina administrativa.

A maioria das ocorrências continuam sendo feitas por eleitores de Cuiabá, Sinop e Várzea Grande. A Capital é a campeã com 205 denúncias. Em seguida, aparecem os municípios de Sinop e Várzea Grande com 33.  Um pouco atrás, estão às cidades de Cáceres com 20,  Tangará da Serra 11 e Pontes e Lacerda com 10. Outras 63 denúncias não tiveram o município identificado.

TRE

pardal-tre-15-09.jpg

Sistema Pardal do TRE já registrou centenas de denúncias de possíveis irregularidades de candidatos

Segundo informações do TRE, disponíveis no site, 50 queixas se transformaram em processos na Justiça Eleitoral, dos quais 24 chegaram ao fim, sendo arquivadas ou julgadas. Outras 25 estão em tramitação nas Zonas e uma tramita no Tribunal.

Para o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Juvenal Pereira da Silva, a população aceitou muito bem o dispositivo. “Isso demonstra a maturidade do eleitor; temos tudo para ter uma eleição sem que nada ocorra fora dos parâmetros legais”, disse.

Para o eleitor que quiser fazer qualquer tipo de denúncia sobre crimes eleitorais, basta acessar ao site do TRE e clicar no Programa Pardal. O denunciante pode enviar fotos, documentos, e-mails ou qualquer tipo de prova.  

O desembargador lembrou ainda, que além do Pardal há um convênio firmado entre o Gabinete de Gestão de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública para combater qualquer eventual irregularidade. “Essa parceria tem sido importante para evitar algumas ilegalidades como a distribuição de sacolões, tickets ou até mesmo de combustível”.

Postar um novo comentário

| 15/09/2014, 00h:00 - Atualizado: 15/09/2014, 06h:58

Candidatos jovens

sandra_artigo_segunda

Sandra Alves

Passando pela trincheira do bairro Santa Rosa, em Cuiabá, disse para meu filho: por que você não atua na política? O raciocínio buscava um jovem perspicaz, cheio de empatia, inteligente e disposto a construir. A resposta foi direta: eu iria brigar com muitas pessoas; um dia destes passei e vi um trabalhador deitado em cima da máquina no horário de trabalho; não me conformo!

Não é apenas uma impressão de que precisamos de jovens na política. Ao olhar as estatísticas do TSE vemos que 2% dos candidatos são jovens - pessoas com até 24 anos. Especificamente em Mato Grosso, nesta faixa etária, são 5 candidatos a deputado estadual e 2 a deputado federal.

Em outros dados, os candidatos na faixa de 40 a 44 anos contam 18,54%; de 45 a 49 anos, 19,27%; de 50 a 54 anos mais 15,12%. Sabemos que alguns cargos exigem idade mínima, mas mesmo assim os dados mostram que é pequeno o número de jovens atuando na vida política.

Como integrante da sociedade, vejo a necessidade de espíritos jovens, arrojados, empreendedores na política. Claro que é possível manter-se jovem apesar da idade, mas o fato de nascer já nesta sociedade plural e globalizada permite ao jovem ser livre de nossas experiências, não coadunando com situações que nós já vemos como evolução.

E não é uma situação específica de Mato Grosso ou do Brasil, o Papa Francisco conclamou os jovens do mundo, afirmou que os cristãos não podem "fazer de Pilatos, lavar as mãos": "Devemos implicar-nos na política, porque a política é uma das formas mais elevadas da caridade, visto que procura o bem comum".

Por outro lado, no papel de mãe, revi imediatamente meu posicionamento de engajar o filho na vida política. Não se trata de posição estável ou confortável, exige uma vida inteira de luta por um ideal, cobra a higidez de princípios, a sobrevivência num meio em que há corrupção e jogos de poder. Neste quadro, é difícil ter coragem de incentivar.

Quanto ao trabalhador deitado sobre a máquina, meu primeiro julgamento não é de se tratar de pessoa preguiçosa. O povo brasileiro é trabalhador. Acredito que faltou combustível, que o engenheiro responsável estava atrasado para passar diretrizes, que o chefe de algum departamento deixou de sair no sol escaldante da cidade para conduzir o trabalho, permanecendo no conforto do ar condicionado.

Conheço vários jovens que com sua camiseta e tênis percorreriam as cidades, os meios rurais, avaliando a necessidade social e fazendo propostas inteligentes e construtivas. Jovens que não se seduzem pela corrupção, preparados por suas famílias com o conhecimento técnico e o trânsito do convívio social. Jovens que podem fazer diferença.

Nesta eleição considero a possibilidade de votar em um jovem. Aos 35 anos percebo que a experiência é importante, mas a juventude possui papel fundamental. A sociedade precisa ser múltipla em todos os seus aspectos, especialmente na representatividade política. Enquanto mãe, oriento quanto à responsabilidade do voto e digo que precisamos de jovens inteligentes e dispostos na política!

Sandra Cristina Alves é defensora pública do Estado nomeada, tabeliã, registradora de imóveis, ex-analista do TJ/MT e escreve exclusivamente neste Blog toda segunda (sandrac.alves@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Júnior | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 20h46
    0
    1

    Primeiramente, parabéns pelo texto. Fico feliz em saber que existem pessoas, que ainda acreditam na juventude, e buscam (esperam) dela uma nova realidade, com mais proatividade e comportamentos de responsabilidade perante a sociedade. Infelizmente, bem sabemos a dificuldade do egresso na campanha política, por envolver uma estrutura financeira à qual poucos, ou raros, jovens dispõem, sem contar nos incansáveis "jogos do poder", onde inúmeros candidatos fazem de tudo (com total ausência de escrúpulos) para atingir o êxito eleitoral (com insofismável ênfase maquiavélica). Ainda assim, compreendo vossa manifestação (e indignação), e sou totalmente favorável a participação da juventude, bem como espero a desalienação dessa geração, que na maioria dos casos tem preguiça de PENSAR. Por fim, parabenizo novamente pelo excelente ensaio e, aguardo juntamente com a Doutora (em respeito aos estudos alcançados) uma nova fase da política nacional.

| 14/09/2014, 16h:20 - Atualizado: 15/09/2014, 09h:17

Candidato ao Senado, Rogério Salles, é o convidado ao vivo do RDTV nesta segunda


Davi Valle/RDNews

Rogerio-Salles-12-08-2014-Davi-Valle-(9).jpg

Candidato ao Senado, Rogério Salles (PSDB), vai estar no estúdio do RDTV nesta 2ª - veja e participe

O candidato ao Senado Rogério Salles (PSDB) é o convidado ao vivo do RDTV desta segunda (15) encerrando a rodada de entrevistas com os postulantes à senatória. Na oportunidade, o tucano vai falar sobre os resultados das últimas pesquisas assim como repercutir as farpas trocadas com o principal adversário Wellington Fagundes (PR) especialmente no horário eleitoral gratuito.

Para colaborar com esse bate-papo, que começa às 8h30, basta acessar o endereço www.tv.rdnews.com.br ou clicar no botão RDTV no topo do portal RDNews. Simultaneamente, o programa é transmitido para a Baixada Cuiabana por meio da TV Mato Grosso (canal 27).

Além disso, confira uma reportagem especial sobre a participação dos candidatos a vice-governador e à primeira e segunda suplência do Senado nas eleições-2014.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Beto Vilela | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 09h21
    4
    0

    Sr. Rogério, qual será a sua linha de atuação para que nossa população tenha um tratamento de saúde e educação digno aos impostos praticados nos dias de hoje?

  • Marlon Eustáquio Figueiredo Neto | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 08h13
    4
    1

    Marlon Eustáquio Figueiredo Neto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • William Souza Santos | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 07h50
    3
    2

    Bom dia! Sou produtor rural e servidor publico do Indea. Estive no debate promovido pela Famato! Quando perguntarao para o senhor o que o senhor achava sobre a defesa sanitaria animal do estado MT? O senhor disse que o que faltava no INDEA era gente capacitada e componente, e que se voces vencessem as eleicoes voces trariam gente competente para orgao. Gostaria de lhe informar que o INDEA tem os melhores quadro de defesa do pais! O senhor sabia que que quem montou o serviço de defesa de Rondonia ( IDARON-RO) foi servidor do nosso estado? O senhor sabia que boa parte do servico de defesa dos estado do nordeste contou com consultor do INDEA? O senhor sabia que chefe do servico de defesa sanitaria do pais hj e ex servidor do INDEA de Nova Xavantina? Como produtor gostaria que o senhor procurasse primeiro se informasse primeiro antes de criticar so por criticar, afinal os ultimos focos de aftosa que tivemos em MT foram no seu governo do PSDB!

  • antonio sobreira correa | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 07h31
    5
    0

    Senhor Rogerio sales, o senhor esta insistindo mto nesta questao de divisao do estado! O senhor nao a acha q esta fora do Tom? Este assunto foi um desejo do passado; da pooulacao da regioes menos assistidas e parte da classe politica. Felizmente este assunto de 20 anos atras por si só trouxe beneficios ao nosso estado, fazendo q gestores da epoca focassem uma melhor integracao de MT. Hj isso nao e uma realidade. Eu vejo que o senhor quer voto a qualquer custo e preço? Ja que o senhor ficou quase um ano como governador, eu lhe pergunto! O que o senhor realizou nesse periodo para integrar melhor nosso estado? Alem de vender as acões a preço de banana!

TCE | 14/09/2014, 16h:11 - Atualizado: 14/09/2014, 16h:18

Conselheiro diz que preconceito de que todo político não presta é de problemático


Davi Valle/Rdnews

antonio_joaquim_interna.jpg

Conselheiro Antonio Joaquim diz que bagagem na AL e Câmara Federal contribuiu com cargo no TCE

Os Tribunais de Contas dos Estados constantemente são questionados sobre as indicações de políticos para assumirem o posto de conselheiro, em detrimento de realizações de concursos públicos. Para o conselheiro que ocupa o cargo a mais tempo no TCE de Mato Grosso, desde 7 de abril de 2000, Antônio Joaquim, existem problemas nas indicações, contudo, a instituição cobra dos governantes e da Assembleia, Poderes que são responsáveis pelas indicações, seriedade na sabatina para a escolha dos postulantes.

Segundo ele, é necessário tomar cuidado ao fazer crítica a uma instituição, porque são elas que resolvem os problemas da República brasileira. “Quem erram são as pessoas e não os órgãos. O TCE é bom, às vezes algum membro que não é bom”. O cargo de conselheiro no TCE é um dos mais cobiçados entre os políticos. Isso porque a cadeira além de ser vitalícia, os salários ultrapassam os R$ 26,4 mil mensais, sem contar com o auxilio moradia no valor R$ 7,9 mil.

Em relação à realização de concursos públicos, o conselheiro questiona que se uma pessoa passa no certame e não tem experiência em cargos públicos, estaria preparado para assumir a vaga? Neste sentido, afirma que a sua biografia com passagens pela Assembleia, secretaria estadual e Câmara Federal, o deu experiência suficiente para ser conselheiro. “Este preconceito de que todo político é imprestável é de gente com problema”, dispara.

O conselheiro, no entanto, garante que a discussão acerca do assunto é válida, mas é preciso ter honestidade ao diferenciar a pessoa da instituição. Para sustentar a lisura dos Tribunais de Contas, Joaquim que foi presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon), explica que foi aprovado no encontro das Cortas de todo Brasil, a ficha limpa para quem irá assumir as vagas.

Além disso, o decano ressalta que é fundamental indicar alguém com experiência e vocação, ao invés de escolher um amigo para resolver um problema pessoal. “Existe uma grande quantidade de político que não tem formação e nem age de maneira adequada, mas não existe outra solução a não ser a democracia e a política. É nela que você trabalha e resolve os conflitos, senão voltaremos à ditadura”.

Antonio Joaquim lembra ainda que há quatro anos os Tribunais reivindicam a criação do Conselho Nacional para o melhor andamento das Cortes. De todo modo, o conselheiro ressalta que nos últimos 10 anos o órgão finalizador teve uma evolução significativa, uma vez que os tribunais realizam auditorias concomitantes, cumprem prazos de julgamentos, incentivo do controle social. “Aprovamos 11 resoluções no sentido de aprimorar o trabalho de fiscalização. É preciso ver estes avanços”, conclui.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Francisco Belamiro da Costa | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 10h20
    2
    2

    Francisco Belamiro da Costa, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Elifas Ribeiro | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 10h11
    5
    0

    O dia que o tce parar com esse negócio de aprovar contas com 12 20 30 irregularidades e várias e várias e várias ressalvas ai a imagem do tce melhoraria 1.000,00 % MT é a única unidade da federação que praticamente possui 2 AL/MT

  • aninha do cpa | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 09h54
    5
    1

    Eu só queria ver o Nobre Conselheiro falando isso se ele recebesse ao final do mês 1 salário mínimo, dependesse de escola pública para seus filhos e netos, do super atendimento do SUS e da segurança pública disponível aos cidadãos comuns. #pimentanoolhodosoutrosérefresco

  • Antonio Roberto | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 09h06
    6
    1

    Sandra, quando você diz VOTAR EM UM JOVEM POLITICO, fico imaginando nos prodígios dos: EX-VER. RALF LEITE e EMANUEL PINHEIRO, dois JOVENS de muitos “talentos” para a politica. No contra ponto, penso nas experiências politicas dos VELHOS POLÍTICOS: CARLOS BEZERRA e JAIME CAMPOS, quantos “talentos” para a politica estes velhos possuem. O POVO DE MATO GROSSO SABE BEM QUEM SÃO OS JOVENS E OS VELHOS POLÍTICOS DESTE ESTADO! Os quatros políticos citados são apenas exemplificativos, pois, poderia falar de outros jovens e velhos aqui. A minha vista, sua matéria é tendenciosa e indutiva. Talvez eu esteja errado, não sei! Em um País, em que o VOTO É OBRIGATÓRIO, temos apenas um “faz de conta” de DEMOCRACIA.

  • juca | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 09h02
    3
    1

    juca, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • marta | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 21h12
    7
    2

    alem do problema de conselheiro ser politico, tem o supersalario, que a maioria no caso de mt, o executivo não passa de 3mil reais , e conselheiro ganha mais de 20mil....e nem tendo uns 20 anos de carreira.....esse é o problema, que deixa o servidor efetivo com disgosto....

  • Antonio Roberto | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 21h07
    8
    3

    LEMBREI: Novelli, Albano e ANTONIO JOAQUIM foram indicados pelo ex-governador tucano Dante de Oliveira e ALENCAR SOARES foi indicado pelo governador Blairo Maggi.

  • Antonio Roberto | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 21h02
    10
    1

    Conselheiro Antônio Joaquim Moraes Rodrigues Neto Deputado Estadual de Mato Grosso em 1986 e 1994 Deputado Federal em 1995 e 2000 Secretário de Estado de Infra-estrutura em 1996 Secretário de Estado de Educação em 1999 Atuação no TCE/MT Empossado em 07 de abril de 2000 - Indicação do Poder Executivo QUEM SERÁ QUE FOI O POLITICO QUE INDICOU O CONSELHEIRO ANTONIO JOAQUIM ? APENAS PARA LEMBRAR O NOBRE CONSELHEIRO, TODOS OS SEU PARES FORAM INDICADOS OU PELO PODER EXECUTIVO OU LEGISLATIVO! SERÁ QUE TENHO PROBLEMA? É ISSO QUE TEM QUE ACABAR CONSELHEIRO! NÃO SE TRATA DE PRECONCEITO...A MAXIMA É FATO!

  • Zé Poxoréo | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 18h07
    11
    0

    Ele é ótimo, um bom piadista.

  • reinaldo | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 17h48
    10
    1

    isso é conversa fiada todo mundo sabe que o tce e um orgão para acomodar politico no fim de carreira, a maioria deles nem sabe o que é contabilidade, essa é a verdade

defensoria | 14/09/2014, 08h:43 - Atualizado: 14/09/2014, 16h:19

Djalma é o único até agora com chapa no páreo para eleição na Defensoria Pública


Assessoria

djalma_ok_cp.jpg

Defensor-geral Djalma Sabo Mendes é único até agora com a chapa montada para eleição no órgão

Ao que tudo indica o atual defensor-geral Djalma Sabo Mendes deve ser reeleito para o segundo mandato à frente da Defensoria Pública de Mato Grosso. Acontece que até o momento é o único com chapa no páreo, uma vez que as inscrições ocorrem entre quinta (18) e sexta (19) da próxima semana. Neste sentido, Djalma vem fazendo movimentações a fim de dar continuidade no trabalho que já desenvolve na instituição. A eleição para escolha do novo defensor público geral e conselheiros da Defensoria será em 7 de novembro, das 13h às 17h30.

A resolução que regulamenta o pleito para o biênio 2015/2017 foi aprovada, na semana passada, pelo Conselho Superior da Defensoria. A partir da apuração dos votos, que será realizada imediatamente após o término da votação, será elaborada a liste tríplice com os nomes dos eleitos para defensor-geral, número de votos e critérios de desempate, se houver. Isso porque até 30 de novembro o governador Silval Barbosa (PMDB) deverá decidir quem ocupará o cargo pelos próximos dois anos.

Todos os membros da Defensoria Pública estão aptos a participar da eleição, podendo votar em até três candidatos para o cargo de defensor-geral e até seis para o cargo de conselheiro superior. O voto é direto, secreto, plurinominal e obrigatório para todos os defensores públicos do Estado.

Hoje são 154 defensores em Mato Grosso, além dos 206 funcionários comissionados. Com orçamento anual de R$ 75 milhões, a Defensoria tem autonomia funcional, administrativa e orçamentária própria. Em termos de comarcas, são 79 ao todo. Destas, Djalma reabriu 37 que ainda restavam e nomeou mais 45 novos defensores, preenchendo todas as comarcas no Estado.

Eleição

A votação será realizada somente na sede administrativa da Defensoria, localizada em Cuiabá, no Centro Político Administrativo. Compõe a Comissão Eleitoral, responsável pela condução do pleito e elaboração da lista tríplice, os defensores Aline Carvalho Coelho (presidente), Gonçalbert Torres de Paula (secretário) e Tânia Regina de Matos (membro).

O cargo de defensor público-geral é ocupado hoje por Djalma Sabo Mendes Júnior e o conselho superior é formado pelos defensores Danielle Pereira Vilas Bôas Biancardini, Erinan Goulart Ferreira, José Edir de Arruda Martins Júnior, Márcio Frederico de Oliveira Dorilêo, Márcio Bruno Teixeira Xavier de Lima e Tânia Regina de Mato.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Deodato | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 21h34
    2
    3

    A "panelinha está fria"

| 14/09/2014, 08h:35 - Atualizado: 14/09/2014, 08h:50

Janete Riva entra mais para cumprir tabela


A pecuarista Janete Riva decidiu entrar na disputa à governadora mais para cumprir tabela. É uma forma de manter ativos os candidatos proporcionais. Foi uma saída honrosa encontrada por José Riva, barrado pela Lei da Ficha Limpa, para tentar transferir a própria esposa a empolgação que seus correligionários tinham com sua candidatura ao Palácio Paiaguás. Mesmo raivosos por causa da exclusão de Riva e dispostos a trabalharem mais no projeto pró-Janete, os próprios rivistas admitem que, se a esposa do deputado chegar aos 16%, pico máximo nas intenções de voto alçado por Riva, já estará de bom tamanho. A luta tanto do grupo do cacique do PSD quanto da base governista que está envolvida com a candidatura do petista Lúdio Cabral é de provocar segundo turno. Mas a liderança de Pedro Taques (PDT) está cada vez mais consolidada. Tudo indica que o pedetista ganha o governo já no dia 5 de outubro.

Fernando Ordakowski

janete riva jose riva

Derrubado pela Lei da Ficha Limpa, José Riva empurra a esposa Janete (PSD) para disputa ao Governo

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • ANTONIO | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 17h09
    0
    0

    ANTONIO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • SUZY | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 15h40
    2
    5

    JANETE RIVA VAI PERDER TÃO FEIO QUE VAI ERRAR O RUMO DE CASA, ACHO QUE ELA DEVERIA SAIR DESSA ENQUANTO É TEMPO;POIS A DERROTA VAI ASSUSTAR E AÍ FICA PIOR, FORA VAI CUIDAR DE NETO!

  • SUZY | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 15h40
    2
    4

    JANETE RIVA VAI PERDER TÃO FEIO QUE VAI ERRAR O RUMO DE CASA, ACHO QUE ELA DEVERIA SAIR DESSA ENQUANTO É TEMPO;POIS A DERROTA VAI ASSUSTAR E AÍ FICA PIOR, FORA VAI CUIDAR DE NETO!

  • Elifas Ribeiro | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 10h26
    1
    0

    Elifas Ribeiro, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • LUIZ FERNANADO | Segunda-Feira, 15 de Setembro de 2014, 08h26
    2
    0

    LUIZ FERNANADO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Helia | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 23h01
    9
    14

    Vem que vem Janete Riva 55 ....curiosamente o povo do lado de lá, já deixaram de lado o Candidato do segundo lugar e continuam preocupados de novo com nós do terceiro segundo eles...Porque será??? Será q é porque eles sabem que chegou a hora de sair da frente que atrás vem gente...chega de brincar de faz de conta, aqui tem trabalho prestado , aqui tem proposta e ñ demagogia barata. Vamos Janete Riva 55 para Governadora é 55 pra cuidar de MT só pode ser 55...55...55... ..

  • Zé | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 20h05
    21
    11

    Riva João emanoel janete e janaina, familia metralha. Mato grosso merrece ou quer mais!!!!!

  • marcelo | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 17h13
    22
    12

    Niguem conhece essa ta de janete vai tomar um vareio de voto vai ficar em terceiro com uns 5% dos votos valido num faz isso não jogando a mulher para boi de piranha.Ocara não tem dó nem da mulher manda ela sair de prefeita de Juara então ai vê a popuaridade.

  • Joel | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 14h56
    16
    24

    É uma injustica que fizeram com Riva. Ainda bem que Janete chegou para ajudar.

  • Luiz | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 11h43
    15
    23

    JANETE GOVERNADORA, PROSPERIDADE DURADOURA!!! A SOMA DO CONHECIMENTO COM DISCERNIMENTO RESULTA EM DESENVOLVIMENTO CONSTANTE!!! VIVA MATO GROSSO!!!

| 14/09/2014, 00h:00 - Atualizado: 14/09/2014, 08h:31

Salve, Jorge!

jackelyne_artigo_domingo

Jackelyne Pontes

Ranheta, ranheta mesmo, na mais superlativa significância da palavra. E sabia que era, e fingia que ficava ofendido, e a gente fingia que acreditava. Se me perguntarem quando o conheci, não sei precisar data ou hora, mas sei que foi no Choppão, ou no “escritório”, que em qualquer dia da semana somos recebidos como amigos pelos garçons mais queridos da cidade, e todos os causos que tenho para contar em que o protagonista é o Jorjão, ou “Xorxão”, como eu o chamava se passam lá.

Lembro que um dia, eu e Patricia chegamos após um dia de trabalho para conversarmos. Depois de mais ou menos meia hora sentadas, ela recebe das mãos de Alguindes, o garçon com o melhor papo do local, um bilhete com um número de telefone. Queria ligar para saber quem era. Eu disse que era melhor não fazer isso, mas ela ligou. Do outro lado da linha uma voz masculina empostada dizendo que gostou dela mas que já estava no Deck Avenida. Conversa vai, conversa vem, descobrimos que era Jorjão em um de seus trotes costumeiros. Ele riu muito, sentou-se em nossa mesa e conversamos sobre política.

Outra noite chegamos lá cansada. O avistamos sentado em sua mesa e fomos lá. Pedimos uma foto, ele fez um charme mas logo aceitou. Quando pedi para Igor fazer a foto, ele abriu um sorriso e ainda zombou dele dizendo que estava me abraçando forte de propósito.

Em uma reunião de jornalistas, onde uma imensa, colorida e tagarela mesa cortava o Choppão quase que de um lado a outro, ele se deu conta de que não sou jornalista e bradou em alto e bom som: “O que você está fazendo aqui?” Respondi: “Oras, a resposta é simples, onde encontro companhias tão interessantes e com o papo mais atual senão na roda de jornalistas”? E aí Jorjão abriu um sorriso e decretou: ”Só deixo porque você tem bom gosto, é flamenguista e amiga dos jornalistas, mas já aviso que passarinho que dorme com morcego acorda de cabeça para baixo”.

Um dia chegamos para o happy hour e Jonas da Silva já estava acomodado. O local como sempre estava lotado. Falamos sobre as chances dos pré-candidatos às eleições deste ano, e Toninho de Sousa chegou com a sua equipe de TV. Jorjão topou ser o entrevistado e discorreu sobre a noite cuiabana. Falou tão bonito e com propriedade que me emocionou. Lindo ver o seu amor por esta terra que o acolheu e onde fez muitos amigos, os mesmos que se empenharam e se uniram quando ele ficou doente a ponto de ter que ser levado à UTI. Fizeram escala de visitas, reuniões com os médicos, rezaram, mas nada adiantou. Deus o chamou. Precisava de um jornalista com humor ácido, experiência e amor à profissão e que fosse ranheta para ser seu editor. Foi um choque. Todos ficaram abalados e estão saudosos da sua presença física.

Ontem de madrugada, após a balada, passamos no Choppão. A vontade primeira foi perguntar dele como sempre fazíamos, mas a sua mesa estava vazia. Não quis me sentar nela. Foi triste. Me veio à cabeça a música que serviu de fundo para um vídeo com um apanhado de fotos feito pelos amigos para homenageá-lo, escrita por Sergio Bittencourt, jornalista e com fama de ter uma escrita ácida dura e desaforada, mas que no fundo era sentimentalista (assim como Jorjão), em homenagem ao seu pai Jacob do Bandolim: “Naquela mesa tá faltando ele. E a saudade dele tá doendo em mim”. Vá em paz!

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista, filiada ao Sinodonto-MT (Sindicato dos Odontologistas do Estado de Mato Grosso) e escreve exclusivamente para este Blog todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Olga Borges | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 12h20
    1
    0

    Lindas lembranças! Eu, assim como você, o conheci por conviver harmoniosamente com vários jornalistas admiráveis! Parabéns pelo texto!

Eleições | 13/09/2014, 16h:23 - Atualizado: 13/09/2014, 18h:44

Desistência de Riva deve ser protocolada hoje; Janete pode fazer campanha nas ruas


Reprodução

janete_registro.jpg

Janete Riva, que reassume candidatura de Riva após indeferimento, já pode fazer campanha, mas ainda não está liberada para produzir material eleitoral

A coligação Viva Mato Grosso protocoliza, neste sábado (13), os pedidos de desistência de José Riva ao Governo e o registro de candidatura de sua esposa Janete Riva ao Paiaguás. Na prática, a social-democrata pode participar de eventos, atos políticos e pedir votos, no entanto, ainda não deve confeccionar material de campanha, pois depende da apreciação do registro pelo TRE. A tendência é que até o início da próxima semana Janete seja liberada.

Segundo o advogado José Rosa, o registro da esposa de Riva já se encontra no sistema do Tribunal e após protocolizar a renúncia do deputado, a candidata não terá nenhum entrave para prosseguir com a campanha até 5 de outubro. A candidatura de Janete foi oficializada ontem (12), às pressas, pela coligação, uma vez que Riva tinha até terça (16) para apresentar um substituto. Isso porque a Justiça Eleitoral determina que a alteração seja feita no máximo 20 dias antes das eleições.  

Em anos anteriores, o candidato poderia mudar nas vésperas da eleição. Ocorre que, antigamente, esta situação fazia com que não houvesse tempo hábil para alterar os dados nas urnas, que são lacradas e encaminhas para as zonas eleitorais dias antes do pleito. O cacique do PSD também tinha a opção de recorrer do indeferimento do TSE, mas correria o risco de mais uma derrota e, desta vez, não poderia indicar um novo nome, derrubando sua chapa ao Governo.

Apesar dos esforços, Riva também está na mira do Ministério Público Eleitoral, que pediu ao TSE o impedimento de qualquer ato de campanha do social-democrata. Junto com ele, está o candidato a governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (PR). Ambos tiveram pedido de registro negado com base na Lei da Ficha Limpa. O MPE argumenta que a realização de campanha só é permitida a político que tenha a candidatura oficializada na Justiça Eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • joaoderondonopolis | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 07h19
    3
    6

    Como renúncia de Riva? Riva não era candidato de direito. Renúncia é para quem é dono de alguma coisa, neste caso não se pode falar em renúncia, é Riva afastar da campanha, pois ele não era dono de nada. Ele pode acompanhar ou trabalhar para algum candidato que está em campanha devidamente registrado junto ao TRE, menos Janete. As duas letras "TE" da palavra Janete significa Taques eleito.

  • INDIGNADO - Dom Aquino | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 01h07
    0
    6

    O prefeito Josair aproveita o embalo e renuncia também. A se arrependimento matasse é uma vergonha o que esta acontecendo aqui. funcionários com salários atrasado. prefeitura sem crédito na praça. Esse prefeito age como estivesse tudo ok. RD vem aqui em Dom Aquino e faz uma pesquisar e depois vocês fazem uma matéria. Só eu votei nesse prefeito minha família toda ficou contra mim, eu acreditei em Josair Lopes. o cara ganha só sabe fazer festa, fazer desfile. o outro que saiu que também não valia nada era em cima maquina destruindo a cidade, o atual é fazendo festa e ele mesmo decorando. olha os funcionário estão todos com nome no serasa, a prefeitura esta a três meses que não repassa os valores para a caixa. desconta do funcionário e não repassa. É uma excelente pessoa educado. mais como prefeito ta desejando a desejar.

  • Moacir Ribeiro | Sábado, 13 de Setembro de 2014, 19h56
    8
    4

    VAMOS LA JANETE ESTOU CONTIGO.DA SUA VIDA E DO RIVA O POVO JA SABE ESTÃO AS CLARAS,E DO SR PALADINO DA VERDADE PEDRO TAQUES NIMGUEM SABE E TÃO POUCO SABEMOS OQUE ESTA POR TRAS DE TANTAS DOAÇOES TÃO VOLUMOSAS.NIMGUEM DA NADA DE GRAÇA.E 55 NELES ATE A VITÓRIA.

cenário | 13/09/2014, 09h:50 - Atualizado: 13/09/2014, 10h:02

Para especialista, Janete entra na disputa ao Governo como pacote completo de Riva


Davi Valle/Rdnews

Vinicius-de-Carvalho-23-05-2014-Davi-Valle-(35).jpg

Analista Vinicius Carvalho diz que Janete é competitiva e manterá votos de Riva

Oficializada, na tarde desta sexta (12), como candidata a governadora pelo PSD, a ex-secretária estadual de Cultura Janete Riva entra na disputa pelo Palácio Paiaguás como elemento novo, que agrega tanto o desgaste quanto a força política do esposo, José Riva (PSD). A análise é feita pelo cientista político Vinícius de Carvalho. “É o pacote completo. Não muda nada, é o Riva ainda”, avalia em entrevista ao Rdnews.

De acordo com o especialista, a social-democrata atende ao eleitorado de Riva, que saiu do páreo ao Governo depois que o Tribunal Superior Eleitoral indeferiu, por unanimidade, o registro de candidatura na última quinta (11), como já havia acontecido no Tribunal Regional Eleitoral. Ao invés de ingressar com mais um recurso na Justiça Eleitoral, o cacique do PSD optou por lançar a esposa na disputa.

Vinícius aponta que Janete é competitiva e manterá boa parte dos votos que iriam para o marido. Agora, com a definição muitos candidatos da proporcional não medirão esforços para tentar eleger a candidata da coligação Viva Mato Grosso. “Muitos estavam esperando a decisão do TSE para entrar nestas eleições com peso, inclusive financeiramente”.

Para o analista, o processo eleitoral está morno, apesar da constante troca de farpas entre os candidatos majoritários, diferentemente da campanha presidenciável, que agitou com a entrada de Marina Silva e movimentou o cenário. De todo modo, segundo Vinicius, Pedro Taques (PDT) não é a Marina daqui, porque não é mais novidade para o eleitorado. Em contrapartida, Janete pode ser considerada novidade, conforme ele. “Por ser a única mulher disputando o cargo ela pode atrair mais votos. Além disso, introduz elementos novos e pode apimentar a campanha até as eleições”.

Quanto aos debates com os adversários, Taques e Lúdio Cabral (PT), Vinícius assegura que a tendência é que Janete tenha desenvoltura para se destacar nas discussões, principalmente por ser boa debatedora e ter ocupado cargos públicos. “Não é tão experiente quanto eles, mas ela tem, sim, condições de fazer um bom confronto”, conclui.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • SUZY | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 15h34
    9
    13

    COM JANETE GOVERNADORA MT VAI TOCAR A MARCHA FÚNEBRE... CHEGA ESTAMOS ENJOADOS DESSAS CENAS RIDICULAS QUE VIVEMOS;POIS NÓS ESTAMOS FICANDO COM CARA DE PALHAÇO; VAI ARMAR ESSE CIRCO EM OUTRO LUGAR OK!

  • SUZY | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 15h33
    3
    1

    SUZY, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Tonny | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 14h44
    6
    12

    Melhores senadores - Congresso em Foco 2011 Melhores senadores - Congresso em Foco 2012 Melhores senadores - Congresso em Foco 2013 Cabeças do Congresso - Diap 2011 Cabeças do Congresso - Diap 2012 Cabeças do Congresso - Diap 2013 Projetos 100% Relevantes - Transparência Brasil 2011 Pedro Taques, o candidato que orgulha Mato Grosso.

  • araqueto | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 11h37
    8
    5

    Até um retardado sabe fazer essa analise.

  • Elion | Sábado, 13 de Setembro de 2014, 14h40
    2
    1

    Elion , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • ana de campos | Sábado, 13 de Setembro de 2014, 13h00
    21
    25

    Atenção! a população está ALARMADA. PEDRO TAQUES, GOVERNADOR, URGENTE! JÁ NO PRIMEIRO TURNO!

  • Luiz | Sábado, 13 de Setembro de 2014, 10h27
    30
    20

    O MODO DE PENSAR DA MULHER É TRANSFORMADOR, DESDE OS TEMPOS DA INQUISIÇÃO. VIVA "JANETE" GOVERNADORA, VIVA MATO GROSSO!!!

  • Luiz | Sábado, 13 de Setembro de 2014, 10h20
    25
    21

    JANETE GOVERNADORA DO POVO PARA O POVO!!!, VIVA MATO GROSSO!!!

| 13/09/2014, 09h:06 - Atualizado: 13/09/2014, 16h:24

Taques governador e recomposição da bancada "criam" novos líderes regionais

Mauro e Fábio se consolidariam na Baixada; Ezequiel no Oeste, Adilton no Sul, Mariano e Eduardo no Araguaia, casal Bezerra no Noroeste; Leitão no Nortão; e Fávaro e Pivetta no Médio-Norte


A provável chegada de Pedro Taques ao comando do governo e a recomposição da bancada federal vão abrir caminho para surgimento de novas lideranças, tanto nas cidades polo quanto nas regiões. No Sul do Estado, por exemplo, o ex-prefeito rondonopolitano Adilton Sachetti (PSB) tende a ganhar força política, se tornando ou candidato ou cabo eleitoral de peso às eleições municipais de 2016, embora hoje esteja morando em Cuiabá. Mas, para isso, precisa também passar pelo teste das urnas. Ele concorre a deputado federal.

fabio garcia mauro mendes pedro taques

Pedro Taques, com chances reais de conquistar o governo, e os aliados na Grande Cuiabá, Fabinho Garcia, candidato a deputado federal, e o prefeito da Capital Mauro Mendes, que preside PSB estadual

Pela Baixada Cuiabana, ganha o prefeito da Capital Mauro Mendes e, se eleito à Câmara, o empresário Fábio Garcia. Rogério Salles, se obtiver êxito para senador - quadro hoje pouco provável, já que está em desvantagem para Wellington Fagundes (PR) -, seria outro com possibilidades de reconquistar espaço na Grande Rondonópolis.

No Nortão, se consolidaria a liderança do deputado federal Nilson Leitão (PSDB), por quem Taques demonstra simpatia e sintonia política. O tucano, por sua vez, precisa reconquistar o mandato. Nesse caso, a eleição municipal de daqui a dois anos necessariamente passaria por ele. Leitão foi prefeito de Sinop por dois mandatos e hoje faz oposição dura ao prefeito também de dois mandatos Juarez Costa (PMDB).

Rodinei Crescêncio

ezequiel-fonseca--fotos-ney-(7).jpg

Ezequiel Fonseca, líder do PP e candidato a deputado federal com foco no Oeste

No Meio-Norte, na esteira de Taques governador, cresceriam as estrelas do vice da chapa, sojicultor Carlos Fávaro (PP), e o coordenador-geral da campanha e prefeito Otaviano Pivetta (PDT), ambos de Lucas do Rio Verde. Na região do Araguaia, ganhariam boa inserção política o empresário e suplente de deputado federal Eduardo Moura (PPS), de Barra do Garças, e o médico e pecuarista Mariano Kolankiewicz (PDT), que foi candidato a prefeito de Água Boa em 2012 e teve votação expressiva.

Na região Oeste, cresce a liderança do deputado Ezequiel Fonseca, que conduz o PP no Estado. E se firmaria ainda mais se conseguir a eleição de federal. No Noroeste, o casal Oscar e Luciane Bezerra também ocuparia espaço, que hoje é dividido com o deputado José Riva, principalmente se Oscar, ex-prefeito de Juara, garantir vaga na Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Lazaro de Freitas Cavalcante | Domingo, 14 de Setembro de 2014, 23h45
    0
    0

    Lazaro de Freitas Cavalcante, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 714